Facebook Blog - Fiquemforma

Tem dores no nervo ciático?

Esta famosa dor acontece quando o nervo está sobre pressão e essa pressão pode ser originada por diferentes causas:
– Hérnia de discal lombar (entre L4 ou L5),
– Aperto do canal onde passa a medula,
– Desalinhamento de uma vértebra,
– Quando existe um forte aumento do tónus do glúteo,
– Encurtamentos musculares dos glúteos e isquiotibiais.

Por onde passa o Nervo Ciático?

O nervo ciático tem origem no fim da coluna, passando pelos glúteos e parte posterior da coxa. Chega até ao joelho e separa-se entre nervo tibial e fibular comum, e vai até os pés. E é nesse percurso que pode sentir dor com sensação de formigueiro, pontadas ou choque eléctrico.
As assimetrias dos membros inferiores levam a compensações que o organismo vai desenvolvendo que devem ser contrariadas através de exercícios adequados.
Na Fiquemforma temos conseguido resolver diversos casos de dor ciática, apenas através dos alongamentos assistidos específicos, sem recurso a fármacos.

Libertação miofascial

Esta técnica é bastante eficaz para encontrar os pontos que se encontram com problemas ao nível da fáscia. É um trabalho que exige paciência e alguma capacidade de sacrifício, uma vez que pode causar bastante dor. Quanto mais intenso é o treino mais presente deve estar a libertação miofascial. No caso de quem tem problemas com o nervo ciático, o recurso a esta técnica é mesmo muito importante particularmente em todo o glúteo, tensor, abdutor, à volta da cabeça do fémur e musculo fibular longo.

Calor húmido

A utilização de calor húmido também será útil no sentido de relaxar os músculos envolventes e os pontos de dor.

Alongamentos

Os alongamentos específicos para o nervo ciático são absolutamente cruciais para a recuperação. Efectivamente é uma região difícil de alongar autonomamente, aqui o recurso a um personal trainer capacitado para o trabalho dos alongamentos assistidos fará toda a diferença. A aplicação da tensão adequada no alongamento é decisivo para a melhoria da situação de dor.