Facebook Blog - Fiquemforma

Qual o melhor caminho perder gordura?

Para nós, falar a verdade é sobretudo uma questão de honestidade intelectual. Não basta repetir que o aumento de massa muscular leva a uma maior utilização da gordura como substrato energéctico e que por essa via a queima de gordura passa a ser uma rotina do nosso organismo, dispensando o treino cardiovascular. Então, essa premissa é verdadeira, mas não acontece assim para todas as pessoas, ou melhor acontece assim para muito poucas pessoas. Então, quais são as pessoas a quem isto “acontece”? São obviamente as pessoas que já têm uma tendência genética para consumir muitas gorduras naturalmente, os ectomorfos e quem treina correctamente. A grande questão, além do biótipo, para podermos abordar esta questão com seriedade, é a forma como se treina, ou seja, quem efectivamente treina bem e sem usar anabolizantes consegue um aumento suprafisiológico de massa muscular. Esta é que é a questão central desta “verdade teórica”, se a pessoa treina bem musculação.

O que é isto de treinar bem musculação?

Faz dois treinos por cada grupo muscular, por semana, até à falha mecânica, ou seja seis treinos por semana entre todas as segundas feiras até domingo? Pois é, estamos a falar de divisão muscular do treino, intensidade, variação dos planos de treino, enganar permanentemente o músculo para o conduzir à falha mecânica e claro, dar-lhe os alimentos que ele necessita para crescer. Só as pessoas que se aproximam muito aquilo que é a vida de um fisiculturista é que conseguem obter resultados de aumento de massa muscular, redução de gordura, sem recorrer a um trabalho cardiovascular intenso.
Portanto, efectivamente é difícil fazer com que esta premissa ocorra por este conjunto de razões. Então, nós apresentamos uma solução que considera o trabalho de força e o trabalho cardiovascular isoladamente ou misturado no treino de força, os circuitos de treino intervalados.
Podemos inclusivamente por abordar mais a questão cardiovascular e fazer uma redução de gordura, melhorando a resistência muscular e cardiovascular para irmos progressivamente aumentando as componentes cardiovasculares.

Os treinos por vídeo chamada têm provado que as pessoas atingem mais resultados em casa.

Temos diversos clientes que andavam no ginásio há anos e que não tinham obtido nenhuma alteração consistente por via do treino. A partir do momento que mexemos na intensidade e na regularidade, os resultados começaram a aparecer. Algumas pessoas até iam ao ginásio quase todos os dias, contudo quando faziam musculação não treinavam até à falha mecânica e consideravam trabalho cardiovascular a caminhada na passadeira. Ninguém está a treinar cardio sem estar na zona aérobia, como é evidente. Para nós é imcompreensível que uma pessoa saudável, sem limitações físicas que treina há mais de 8 semanas vá para a passadeira apenas caminhar.

Concluindo, não é que seja falso que o aumento de massa muscular leva a um aumento da queima de gordura por via da aceleração do metabolismo, o que é errado é acharmos que as a generalidade das pessoas que vão ao ginásio fazer musculação estão a treinar até à falha mecânica, têm uma correcta divisão muscular, não cometem erros técnicos que põem em causa os resultados e se alimentam bem. O praticante comum não atinge resultados de queima de gordura na musculação por estas razões. Temos assistido na Fiquemforma a grandes transformações corporais dos clientes, através do treino com o peso do corpo, com trx, com pesos, conjugando a dimensão cardiovascular até nos próprios exercícios de força.