Facebook Blog - Fiquemforma

No treino, que compromissos determinam resultados?

A conjugação de alguns compromissos vão determinar os resultados obtidos.  Por vezes as pessoas dão muita importância a um dos factores descorando outros que são igualmente importantes. É desejável que haja equilíbrio e entre os diversos factores como desenvolvemos ao longo do artigo.

Compromisso com a agenda semanal de treino

Para que os resultados apareçam é preciso regularidade. Os treinos devem estar previamente marcados na sua agenda semanal. Quando existe compromisso, o treino está no topo das prioridades e na prática, as nossas prioridades são o que fazemos com o nosso tempo. A consistência da regularidade é um elemento basilar.

Quantas semanas seguidas já treinou com regularidade?

A resposta a esta pergunta ilustra o padrão de hábitos de cada individuo e identifica a dificuldade em serem alcançados objectivos de perda de peso, aumento de massa muscular, mobilidade articular ou flexibilidade.

Compromisso com a intensidade do treino

Aqui está um factor chave que quando descurado, por muito cumprimento que haja noutros factores vai determinar se um praticante atinge ou não resultados. Se não se empenhar nos treinos, o seu organismo não vai assimilar o treino, e as adaptações metabólicas não serão efectuadas.

Compromisso com a alimentação. Treinar para comer, ou comer para treinar?

Vamos imaginar que gastou 450 calorias num treino. Se a seguir fizer uma refeição de 750 calorias, vai ter um saldo positivo de 300 calorias que se vão armazenar em gordura.

Compromisso com a hidratação

Não se engane. Se bebe um a dois copos de água por dia apenas, não vai perder peso, ou aumentar a sua massa muscular, mesmo que treine. O seu organismo estará sempre em sobrecarga, vai sentir-se cansado demais para se esforçar, o metabolismo fica necessariamente mais lento e vai acumular gordura mais facilmente, enquanto perde massa muscular.

Os resultados surgem normalmente quando conjugamos todos estes factores e estabelecemos um compromisso, de facto, com as dimensões aqui faladas. É realmente incrível quando o corpo humano funciona como uma verdadeira máquina consumidora e produtora de energia. O treino entra naturalmente neste processo e deve ser visto como uma alternativa ao nosso modo de vida mais ancestral, durante a evolução da espécie. O sedentarismo continua a ser estranho ao funcionamento do organismo humano.